Técnica Pomodoro: O que o tomate tem a ver com a sua produtividade?

E aí, calourinhos lindos! Tudo certo com vocês? Como vai a produtividade dos seus estudos? 100%? Mesmo que não esteja, relaxa, hoje iremos conversar sobre esta técnica que pode te ajudar demaaaais nesse processo, mas vamos muito além daquilo que você sempre ouve sobre ela, então continue lendo até o final!

Pomodoro significa “tomate” em italiano. A técnica se apropriou do termo devido ao cronômetro de cozinha, que tem o formato da fruta, já que ela consiste justamente nisso: CRONOMETRAR o seu tempo de estudo. O que a gente mais ouve falar por aí é: separar blocos de 25 minutos de estudo, intercalados de intervalos com 5 minutos, mas podemos ir muito além disso.

Separar o tempo de estudo em blocos

Eu, particularmente, sou MUITO adepta de separar as coisas em blocos. Sabe quando a gente olha pra aquela lista gigaaaante de coisas que temos pra fazer e bate aquele desespero: “Meu Deus, por onde eu começo?”, “Eu não vou dar conta!”, é justamente  nessas horas que mais precisamos dessa estratégia. Programe um bloco de estudos, pode ser de 25 minutos, como sugere a técnica original, ou você pode adaptar para mais ou para menos. No meu caso, eu acho 30 minutos perfeito!

Dentro desse time estipulado, no qual contaremos com um cronômetro, faremos TUDO o que conseguirmos, com foco TOTAL e aproveitando cada segundo para sermos produtivos.

Pausas programadas

Planejar o seu intervalo de descanso é a base para que a primeira etapa da técnica funcione. Quando temos uma tarefa muito longa para ser feita, é natural que o nosso cérebro fique procurando distrações que supostamente seriam “rapidinhas”, só para escapar daquela saga que parece estar tão distante de ser concluída. Por isso, é normal que você pegue o celular para fazer algo rápido, e quando percebe, já se passaram meia hora.

Dessa forma, é fundamental que você mantenha todas as distrações o mais longe possível, além de não precisar nem mesmo levantar da mesa enquanto estiver estudando. Isso é possível porque você sabe que logo logo terá um tempo destinado para fazer o que quer que precise ser feito: ir ao banheiro, pegar água, comer algo rapidinho, dar uma olhada no celular e por aí vai.

Maior produtividade e menos cansaço

O balanço disso tudo é que você consegue realizar as tarefas em muito menos tempo do que gastaria com aquelas suas loooongas e infindáveis pausas de procrastinação, que por sinal, sugam toda a sua energia e paciência para continuar estudando.

Aos poucos você vai perceber que conseguirá completar grandes metas, progredindo de pouquinho a cada pomodoro.

Aaaah! Não se esqueça, que é importantíssimo programar os blocos e descansos maiores! Pense o seguinte: Agora pela manhã tenho que estudar X. Quantos pomodoros eu devo gastar? Então eu tenho até tal hora para estudar, depois disso, farei uma pausa maior, de duas horas, por exemplo. Mesmo que você leve mais tempo do que o planejado para completar a tarefa e talvez até tenha que adicionar outro bloco de estudos no próximo turno, o importante é que o tempo que passar estudando seja produtivo!

Bom, calourinhos, essa é uma técnica maravilhosa para o nosso estudo, então espero, de verdade, que vocês testem na sua rotina, ou se você já faz algo parecido, me conta aqui nos comentários, pois vou acompanhar os comentários e responder vocês!

Para ficar por dentro de todas as informações sobre os vestibulares seriados, continue nos acompanhando aqui no blog e no nosso insta!

Um abraço, e bons estudos!

Renata Gabriella

 

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *