fbpx

Preciso decidir tudo agora? Uma conversa para quem está indeciso com a escolha de curso

Esse texto não é destinado apenas aos que estão na última etapa do PAS e estão indecisos sobre a sua opção de curso. É mais uma tentativa de ajudar a todos que estão inseguros com o peso que é colocado nessa decisão, escrito por alguém que trocou de curso dentro da universidade e passou muito tempo matutando sobre o que fazer. Eu que aqui escrevo ingressei pelo PAS para cursar Ciências Contábeis, mas depois de três semestres percebi que não era aquilo que queria e resolvi dar um tempo e prestar o vestibular novamente, dessa vez pra História. 

Estamos condicionados a olhar os fatores mais proeminentes do escolha do curso, por exemplo, a possibilidade de ascensão dentro do mercado de trabalho, o prestígio profissional, o acolhimento familiar, que são questões importantes e que devem ser ponderadas, mas muitas vezes esquecemos de pensar sobre o que realmente queremos no meio desse turbilhão de possibilidades. Não sou contra o pragmatismo de escolher um curso pelas condições profissionais que ele pode oferecer, pelo contrário, fiz isso assim que saí do ensino médio. Entretanto, vejo agora que não tem problema rever essa escolha, afinal, a vida, assim como a História, não é linha linear e ascendente, mas sim um emaranhado complexo, resta pra nós, meros mortais, ir desfazendo os nós e tentando se encontrar no meio de tudo isso.

Dito isso, gostaria de ressaltar três pontos que considero importantes para quem está vivenciando esse processo, aqui vamos nós:

Mesmo que você não tenha que escolher um curso agora, é bom ir pensando sobre

Quando digo “ir pensando sobre” não é apenas refletir internamente sobre o que quer estudar e se imaginar trabalhando nas mais diversas profissões, é mais sobre pesquisar mesmo. Procure a grade dos cursos que te interessam, escute relatos dos graduandos, procure saber como você pode atuar profissionalmente se resolver optar por aquele curso. Esse exercício investigativo também pode te motivar a estudar para o vestibular, inclusive.

Preste atenção ao que você gosta

Você não precisa necessariamente escolher um curso apenas porque gosta de estudar as coisas que ele apresenta, mas falo por experiência própria que é muito desanimador cursar algo que você não se identifica de maneira alguma. Muito provavelmente, dentro da universidade, você cursará algumas matérias que não serão exatamente animadoras, é um processo parecido com o que acontece na escola, é normal gostar mais de uma matéria do que de outra. Portanto, entender o que você gosta e o que você não gosta já é um grande passo para escolher o que cursar na universidade.

Escolhas não são monolíticas 

Aqui reitero um tópico que já tinha abordado antes. Tomamos inúmeras decisões ao longo da nossa jornada, o bom é que elas podem ser revistas! Ter escolha é algo fundamental, todos nós deveríamos ter, inclusive, a possibilidade de mudar de escolha. Se você não se sente plenamente seguro com a sua decisão, saiba que você não está sozinho e se questionar é sempre importante. A sua opção de curso não é a definição da sua vida, existem inúmeras possibilidades mesmo dentro de um único curso. É uma decisão importante, mas que pode ser reconsiderada.

Na minha experiência pessoal, volta e meia fico pensando como teria sido se tivesse escolhido o curso que faço agora já da primeira vez que ingressei na universidade. Sempre acabo chegando em duas conclusões: a primeira é que eu estaria bem mais perto de me formar, mas a outra, que é a mais importante, é que eu não teria aproveitado tanto como agora aproveito, pois encaro a graduação com outros olhos. De qualquer forma, estamos aqui para ajudar a facilitar esse processo. Dividir a nossa experiência é também uma forma de demonstrar que não estamos sozinhos e partilhamos as mesmas inseguranças.

Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre o PAS UnB? Siga o nosso instagram: @tudosobreopasunb

Related Articles

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *