fbpx

Como estudar exatas?

Prática antes da teoria!

Para conseguir desempenho máximo nas provas de exatas (Matemática e suas tecnologias), o estudante precisa compreender que a teoria quase nunca será o foco da questão. Vestibulares, como o Enem, produzem a maior parte das questões de exatas com a teoria sendo aplicada dentro de um exercício, sem necessariamente exigir que o estudante saiba dissertar sobre aquela propriedade. Isto é, para esses processos seletivos, de modo geral, é mais importante que o aluno saiba aplicar, na prática, o conteúdo estudado. 

Portanto, a melhor forma de treinar para o vestibular é praticando! Antes mesmo de assistir aula ou ler a teoria, tente resolver algumas questões sobre aquele assunto, mesmo que você erre todas. Tal método descomplica o aprendizado, uma vez que o estudante entrará em contato com o que há de mais fundamental na prova, sem se prender a todas as regras existentes dentro da área — logo, além de otimizar o seu tempo, fará com que você exercite seu cérebro para estudar somente o necessário, a fim de ignorar outras partes do conteúdo que podem te confundir no momento do exame.

Simule a prova que deseja fazer

Algo que, muitas vezes, impede o bom rendimento em exatas é a falta de tempo ou psicológico para realizar as provas. Para não permitir que isso ocorra, é necessário que o vestibulando busque treinar o tempo da prova. Ademais, é importante entender que o cansaço físico e mental, bem como os erros, são comuns ao longo do processo.

O estudante, então, deve criar o hábito de resolver provas antigas ou similares, porque, assim, pode tentar se acostumar com o nível do vestibular, além de aprender a lidar com possíveis erros e criar métodos para se cansar menos, calculando o tempo necessário para resolver cada questão.

O estudo, através de simulados, é de grande importância para obter bons resultados, apesar de ser negligenciado por parte dos vestibulandos. Aqui, na Sofista, você encontra questões e simulados para facilitar a sua jornada. Acostume- se a definir um tempo para respondê-los e evite ao máximo dispersões, como o uso do celular.

Busque facilitar contas

Esta terceira dica pode parecer óbvia, mas para grande parte dos estudantes, ela não é: geralmente, vestibulares adoram utilizar números decimais (com vírgulas) para que o aluno demonstre saber aplicar propriedades básicas, dentre as quais, notações científicas, multiplicação e divisão. No entanto, você não precisa trabalhar com esses números complexos para alcançar o resultado. Se um cálculo obtém gabaritos muito discrepantes entre si, arredondar o número não te dará um resultado descabido. Será perceptível, por exemplo, que ao diminuir dois décimos o resultado deverá ser acrescido dois décimos. Tal estratégia permite que o aluno economize tempo ao resolver exercícios que podem conter números inviáveis de serem calculados em poucos minutos.

Busque ao máximo utilizar esses métodos durante a sua preparação! 

Nos siga no Instagram:

https://www.instagram.com/tudosobreopasunb @tudosobreopasunb (UNB – DF)

https://www.instagram.com/tudosobreopism/ @tudosobreopism (UFJF – MG)

https://www.instagram.com/tudosobreopasuem @tudosobreopasuem (UEM – PR)

https://www.instagram.com/tudosobreossaupe @tudosobreossaupe (UPE – PE)

https://www.instagram.com/tudosobreopasufla @tudosobreopasufla (UFLA – MG)

https://www.instagram.com/tudosobreosisuea/ @tudosobreosisuea (SIS – AM)

https://www.instagram.com/Tudosobreopave/ @tudosobreopave (UFPel – RS)

https://www.instagram.com/Tudosobreosasi/ @tudosobreosasi (UFVJM – MG)

https://www.instagram.com/Tudosobreopss/ @tudosobreopss (UEPG – PR)

Related Articles

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *